Littérature générale

  • Nos tempos da velha República dos Doges venezianos, Antonia, uma viúva aristocrata, decide passar o resto dos seus dias num convento da ilha de Murano, após a morte do seu marido. Ali encontra Elena, uma freira conversa, por quem se enamora, apesar da censura da abadessa . Um dia, Elena aparece misteriosamente doente, deixando Antonia angustiada.
    Terão estas mulheres que viveram nos conventos venezianos do período renascentista existido realmente? Terão sofrido como estas sofreram? Terão amado como estas se amaram? Será que esta estória é, na verdade, uma parte da História? Talvez.
    "Bella Donna" é um romance histórico de amor entre duas mulheres que consegue escapar ao lugar-comum das paixões inflamadas, embalando-nos, com a sua escrita escorreita, para uma leitura compulsiva de um enredo quase policial, muito bem arquitectado e com um desfecho inesperado.

    1 autre édition :

empty